Crédito consolidado – Como juntar todos os seus créditos num só

Por: CrediSolutions

Ter vários empréstimos avulso ou um crédito consolidado? Eis a questão! Muitos consumidores encantaram-se com a ideia, outros ainda não consideraram a hipótese de juntar todos os seus créditos num só para pouparem uns tostões. E que tostões! Esta estratégia financeira pode permitir poupar até 70% do valor global de prestações mensais. E você? Atreve-se a somar… para subtrair?

Poupar dinheiro mantendo empréstimos? Parece complicado, não é verdade? Mas com um crédito consolidado consegue, efetivamente, uma poupança considerável e por isso este produto financeiro já é considerado como a solução mágica para aliviar os encargos mensais dos consumidores que não conseguem fazer face às suas dívidas. Porquê? Porque ao agregar todos os seus créditos num só, consegue que se pague menos. Tão simples como isso! Mas antes de submeter o seu pedido, saiba como e porque deve juntar (ou não) todos os créditos num só.

 

O que é um crédito consolidado?

É uma solução apresentada por bancos e intermediários de crédito para juntar vários créditos num só, com o objetivo de ajudar as famílias a fazer uma melhor gestão dos seus empréstimos e a poupar nas mensalidades.

Este tipo de empréstimo combate rapidamente o sobre-endividamento, pois ao agregar todos os créditos num só, proporciona mais vantagens aos clientes na medida em que todos os créditos são abatidos, criando-se um único empréstimo com uma única mensalidade mais baixa. Mensalidade essa que permite poupar até 60 ou mesmo 70%, através de um aumento do prazo de pagamento e da obtenção de uma taxa de juro mais baixa do que aquela que está atualmente a pagar.

 

Se procura por um intermediário para consolidar os seus créditos, clique aqui e conheça a CrediSolutions.

 

Quem o deve pedir?

Bom, todos os consumidores que tenham mais do que um crédito, independentemente de estarem ou não com dificuldades para os pagar, podem e devem solicitar um crédito consolidado, mas ainda assim há pessoas que podem tirar mais proveito deste tipo de produto financeiro. São elas:

  • Pessoas que estejam sobre endividadas e precisem de se reorganizar e reequilibrar as finanças urgentemente.
  • Pessoas endividadas em risco de sobre-endividamento devido a desemprego, divórcio, doença, etc.
  • Pessoas endividadas que pretendam poupar para a reforma, por exemplo.
  • Pessoas que embora possam ter alguma folga no orçamento, queiram poupar dinheiro, pois como vimos este crédito é uma ótima ferramenta para reduzir custos com empréstimos.
  • Profissionais liberais com dificuldade em responder a crédito e dívidas a instituições públicas e privadas.
  • Pessoas que desejam amortizar dívidas e endireitar a sua vida financeira, pois a redução mensal de valor em crédito permite acabar mais depressa com as dívidas e até fazer amortizações antecipadas com toda a flexibilidade.

 

Se pertence a alguma destas categorias, comece hoje mesmo a pesquisar por soluções na CrediSolutions.

 

Consolide todos os seus créditos e veja quanto vai poupar!

 

Tipos de crédito consolidado?

Em Portugal existem dois tipos de crédito consolidado: com hipoteca e sem hipoteca. Ambos ajudam a equilibrar orçamentos familiares, permitindo que sobrem mais uns euros todos os meses, para pagar outras despesas.

Com hipoteca

O crédito com hipoteca é o mais praticado no mercado e o mais rápido de assinar devido à sua principal característica: um bem imobiliário que serve de garantia para a operação. Assim, é um crédito que vai incluir o seu crédito à habitação (se não tiver um, pode dar um imóvel como garantia) e funcionar da mesma forma, ou seja, com os mesmos prazos e taxas de juro semelhantes. Logo, a taxa de juro aplicada é inferior e por essa razão este tipo de financiamento é mais barato e mais vantajoso do que o crédito sem hipoteca. Se precisa de reorganizar, com alguma urgência, as finanças pessoais, este será o tipo de crédito mais indicado. Mas atenção que se optar por esta modalidade, em caso de incumprimento, o banco poderá vir a ficar com o seu imóvel, de modo a cobrir a dívida. Pode ser uma opção arriscada, sim, mas se quer ter um crédito mais barato, esta é a forma mais fácil de obtê-lo!

Sem hipoteca

O crédito sem hipoteca reagrupa e liquida apenas os seus créditos ao consumo: pessoais, automóvel, cartões de crédito, etc. Este crédito tem como objetivo agrupá-los em apenas um crédito mas com um prazo mais dilatado, normalmente até 10 anos, reorganizando assim os seus empréstimos e conseguindo uma taxa de juro mais baixa. Este tipo de crédito permite-lhe uma maior poupança.

 

Crédito com ou sem hipoteca? Encontre a melhor alternativa na CrediSolutions!

 

Porquê juntar todos os seus créditos num só?

Em primeiro lugar, para pagar menos e poupar, pois a taxa de juro média que é aplicada a este tipo de crédito é mais baixa. Em segundo lugar, para ter prestações mensais mais suaves, porque, ao aumentar o prazo de reembolso, vai poder pagar prestações mais baixas por mês. Em terceiro lugar, por questões relacionadas com comodidade e facilidade em gerir finanças: ao consolidar os montantes em dívida num único contrato, realiza um novo crédito para pagar todas essas dívidas e fica apenas a pagar uma prestação a uma única entidade. Melhor seria difícil, não é verdade?

 

Como juntar todos os seus créditos num só?

Antes do banco, instituição financeira ou intermediário de crédito juntar todos os seus créditos num só, na prática, você tem de fazê-lo na teoria, ou seja, tem de seguir estas dicas úteis para garantir que o processo será bem-sucedido. Vamos a elas?

1. Identificar todos os seus créditos

A pensar em juntar créditos? Pois bem, é importante que comece por identificar todos os créditos que tem atualmente e analisar as suas respetivas características individuais: Quanto deve? Quanto paga por prestação? Qual é a taxa de juro? Qual a data final de pagamento?

2. Chegar à taxa de juro média

A seguir, deve determinar a taxa de juro média dos seus créditos para perceber se há potencial para poupar nas prestações mensais e, ao mesmo tempo, poupar nos juros pagos.

3. Fazer simulações

Depois de identificado o montante total em dívida e o valor total de prestações com os seus créditos, nada como fazer simulações de crédito consolidado para chegar à taxa de juro ideal do novo crédito e respetiva prestação a pagar! Existem vários simuladores disponíveis na Internet que, de forma gratuita e sem compromisso, lhe dão informações importantes para escolher a entidade com a melhor proposta. Por outras palavras, a melhor condição para o seu perfil de cliente!

4. Identificar a poupança

Reunidos todos os elementos necessários para comparar o que paga com vários créditos e o que pode vir a pagar se os agregar num só, percebe quanto irá poupar todos os meses.

5. Submeter o pedido

Se tem a certeza que vai poupar, não perca tempo! Submeta o seu pedido a aprovação do banco ou intermediário de crédito, enviando a documentação necessária!

 

Veja quanto poupa ao fazer um crédito pessoal!

 

Principais benefícios do crédito consolidado

Apesar de ter algumas desvantagens (o prazo de crédito consolidado é normalmente maior, pode ter de pagar mais juros e por ter acesso a mais financiamento, pode aumentar o seu endividamento), não há dúvida de que os benefícios deste empréstimo superam as suas fragilidades. Neste ponto do nosso artigo, já sabe de algumas vantagens em juntar todos os créditos num só, mas nunca é demais repeti-las quando o que está em causa é a sua situação financeira, correto?

1. Mensalidade mais baixa

Como ao optar por juntar créditos, os pode renegociar e abater, é natural que a mensalidade única fique mais baixa que as mensalidades que está a pagar atualmente.

2. Taxas de juro mais competitivas

A taxa de juro final do crédito consolidado é normalmente mais baixa que a média das taxas de juro individuais e muito mais baixa se já tiver um crédito à habitação e quiser tirar partido da sua hipoteca.

3. Excelente solução para evitar incumprimento

Como permite uma prestação mais baixa, o crédito consolidado pode ser a solução ideal para evitar uma possível situação de incumprimento no pagamento das prestações.

4. Possibilidade de obter mais créditos

Ao aceder ao crédito consolidado, torna-se num melhor cliente ou candidato para receber outros empréstimos.

5. Gestão mais fácil, simples e eficaz

É bem mais confortável ter um único empréstimo em vez de ter vários débitos aleatórios na sua conta, não é? Passa a ter apenas um único pagamento mensal a uma única entidade credora! Isso permite maior organização e gestão das suas finanças.

6. Adaptação às suas necessidades

Um crédito consolidado adapta-se às suas necessidades, pois quando solicita um crédito consolidado, pode sempre negociar todos os parâmetros de forma a ajustá-lo às suas expectativas, permitindo maiores ou menores prestações mediante o prazo de pagamento escolhido.

 

Um crédito para aqui, outro para ali e outro para acolá? Reduza despesas com empréstimos e otimize a gestão das suas finanças! Junte todos os créditos num só e beneficie de uma única prestação bem mais baixa do que a soma de todas as prestações que anda a pagar a contragosto.

 

Comece a poupar e a equilibrar as suas finanças hoje mesmo. Clique aqui para utilizar o nosso simulador de crédito consolidado!

 

Please follow and like us:
error

Artigos relacionados